Medo e Paralisia


Você já deve ter ouvido falar dessa história no filme O TERMINAL, que traz o drama de Nasseri. Ele morreu neste sábado dia 12 de novembro. Um ponto importante, além de Nasseri ter vivido durante 17 anos no aeroporto, é que em 1999 ele poderia ter saído e residido na França. No entanto, não queria sair devido a nacionalidade iraniana, que ele queria trocar para britânica. Enfim, ficou mais 7 quase 8 anos nesta situação.

Adivinhem onde Nasseri morreu? Acertou quem disse: aeroporto de Paris. Independente das questões políticas e burocráticas, o que leva uma pessoa a ficar mais tempo do que o necessário em uma situação totalmente fragilizada (afinal morar em um aeroporto não é algo satisfatório) e voltar a morar lá, mesmo sem precisar?

Quantas vezes você já ouviu que é difícil sair da ZONA DE CONFORTO? Acreditamos, muitas vezes, que esse lugar é bom, afinal estamos "confortáveis ", mas isso não é verdade.

A tal da ZONA DE CONFORTO, não tem nada a ver com o confortável, mas sim ao fato de que é algo CONHECIDO, ou seja, pode ser ruim, mas já conhecemos como aquilo irá acontecer.

O MEDO real de sair deste lugar é a IMPREVISIBILIDADE, ou seja, o DESCONHECIDO. Achamos que conhecendo a forma como o mundo funciona podemos CONTROLAR os eventos em sequência. Mas, na verdade não CONTROLAMOS NADA.

E a partir do momento que o MEDO nos domina temos duas alternativas: FUGA OU PARALISIA.

Pense: a última vez que você teve medo de algo desconhecido o que aconteceu? Exemplos: "não gosto do meu trabalho. Mas não faço nada para mudar, só reclamo." ou "tenho vergonha de conhecer pessoas nova, então evito sair" .... e assim por diante.

Nasseri voltou para ficar na sua Zona de Conforto e talvez tenha renunciado vida melhor. Mas esse caso não é para ser julgado por mim ou você e sim para entendermos que nossas escolhas passam por nossos medos e que, muitas vezes, não os enfrentamos, apenas fugimos ou ficamos paralisados.

E a reflexão é: onde isso está levando você?

Vamos refletir se estamos enfrentando nossos monstros internos ou apenas colocando debaixo do tapete.

Me conte aqui o que você faz com seus medos.

Abraços

Raquel

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo